Da seca

Porque é que a Dermatite Atópica aparece?

A - FACTORES INERENTES AO PACIENTE:

Factores genéticos
Estima-se que 80% dos pacientes têm antecedentes familiares de atopia. Se ambos os progenitores sofrerem da doença, o risco de um filho vir a sofrer de D.A. é de 80%; se apenas um dos progenitores sofrer da doença, o filho tem 56% de probabilidades de vir a sofrer da mesma.

Factores imunológicos
Observou-se que 70 a 80% dos pacientes com dermatite atópica apresentam uma resposta de defesa do organismo alterada, o que favorece uma reacção do corpo a diversas substâncias do ambiente que resulta na doença.

Alterações bioquímicas
A pele dos pacientes apresenta uma alteração que se deve ao facto de ter menos lípidos (ceramidas, ácidos gordos e colesterol) que o normal. Deste modo, a perda de água é maior e provoca uma maior tendência para a irritação e secura.

B - FACTORES EXTERNOS AO PACIENTE

Factores ambientais
Condições climatéricas: os climas secos e frios provocam um agravamento da dermatite, pelo que no Verão os sintomas melhoras e no Inverno pioram. Substâncias que provocam a resposta de defesa do organismo: o pó e o pólen agravam os sintomas, bem como a lã e as fibras sintéticas da roupa etc.

Factores microbianos:
Certas bactérias, fungos e leveduras também agravam os sintomas.

Alimentos:
Certos alimentos, como o leite, os ovos ou a farinha provocam uma resposta de defesa do organismo, agravando a dermatite.

Factores psicológicos:
O stress provoca o agravamento da sintomatologia da doença.

 

Back to top