Derma irritacoes

Irritações e Dermatite da Fralda

Se uma criança sofrer de dermatite da fralda significa que tem a pele atópica?
Não, embora as crianças com atopia possam ter uma maior tendência para sofrer de dermatite da fralda, isso não implica necessariamente que a criança tenha a pele atópica. A dermatite atópica é uma patologia transmitida geneticamente, mas cuja causa ainda nao se conhece. Geralmente, começa com um eritema nas maçãs do rosto a partir do qual pode espalhar-se para outras partes do corpo.

A dermatite da fralda é infecciosa?
A dermatite irritativa da fralda não é uma doença infecciosa da pele, mas sim inflamatória. Ao irritar-se e inflamar-se, a pele torna-se mais frágil e pode haver complicações com infecções bacterianas ou por fungos que exijam um tratamento antibiótico ou anti-micótico.

A dermatite da fralda aparece mais na fase em que as crianças começam a ter dentes?
Durante a dentição, produz-se uma reacção inflamatória que pode causar reacções locais. Foram descritos sintomas gerais que, de acordo com alguns autores, podem estar relacionados com a dentição, entre os quais se incluem irritabilidade, febre, falta de apetite, infecções respiratórias, diarreia, obstipação, hipersalivação e erupções cutâneas, como a dermatite da fralda. Não obstante, existe controvérsia sobre se a dentição produz, de facto, algum destes sintomas ou, se pelo contrário, são independentes, mesmo que surjam em simultâneo.

O sol cura a dermatite da fralda?
Arejar a área da fralda quando esta apresenta irritações e inflamação contribui para reduzir a maceração e melhorar os sintomas, mas não é conveniente que o sol incida na pele quando existem lesões, já que pode contribuir para piorar o eritema.

Quantas vezes se deve aplicar o creme protector no rabinho do bebé?
Convém aplicar o creme sempre que mudar a fralda, de maneira a criar uma barreira hidrolipídica que isole a pele da acção irritativa da urina e das fezes, bem como da fricção da fralda. Deve fazê-lo também quando houver estados de ansiedade, dor e mau estar que possam contribuir para provocar reacções locais.

As fraldas descartáveis provocam alergia e dermatite?
Muitas pessoas acreditam que as fraldas causam irritação e fala-se, inclusivamente, de "alergia da fralda". Isso, contudo, não é correcto. Actualmente, as fraldas descartáveis são confeccionadas com substâncias hipoalergénicas. Observou-se, isso sim, que algumas crianças revelam uma irritação na zona em que a fralda aperta, resultante da fricção de fraldas mal apertadas ou de uma alergia ao adesivo da faixa que prende a fralda.

Convém secar a pele coberta pela fralda com pó de talco ou fécula de milho?
Mesmo numa pele imaculada, sem feridas, assaduras ou outras lesões, os pós podem exercer uma acção de ressequimento. Devem ser evitados em caso de lesões, pois pode produzir-se granuloma de corpo estranho. Além disso, alguns pós de talco são perfumados e podem desencadear reacções alérgicas em certas peles sensíveis ao perfume. É muito mais eficaz usar pastas de água que, além de conterem o talco e outros produtos em pó, contêm substâncias hidratantes, emolientes, cicatrizantes e protectoras da pele. O pó não é recomendável em bebés, já que pode provocar-lhes reacções respiratórias por inalação.

O meu filho tem as pregas da pele dos braços e das pernas irritadas. A que se deve? 
Se a criança não tiver antecedentes de pele seca, as irritações nas zonas de pregas provavelmente devem-se à sudação e fricção contínuas. A aplicação de pastas de água nessas zonas melhora a lesão e previne futuras esfoladelas.

A sudação excessiva pode irritar a pele do bebé?
A zona das pregas nos bebés é muito propensa ao aparecimento de irritações, visto existir uma transpiração excessiva e pouca ventilação. Ao aplicar pastas de água, reduzirá a maceração e, por conseguinte, as irritações.